Política de GESTÃO de pessoas


A Política de Gestão de Pessoas tem por finalidade centrar-se no colaborador como principal cliente interno da Instituição.
Colocar o Colaborador no centro e como parte integrante do sucesso da APPACDM do Porto.


Pretende-se:

  • Estimular a liberdade de expressão, a participação e o respeito.
  • Promover a participação ativa de todos os colaboradores no processo de melhoria continua e inovação em alinhamento com a estratégia da APPACDM do Porto.
  • Estimular o crescimento profissional e pessoal dos colaboradores, designadamente através de um sistema de gestão e desenvolvimento de competências.
  • Promover o espírito de cooperação na definição dos objetivos alinhados com a estratégia da APPACDM do Porto.
  • Assegurar a não discriminação e prevenção do assédio.
  • Promover a diversidade e inclusão.
  • Garantir a igualdade de oportunidades e a transparência na gestão das pessoas.
  • Valorizar e reconhecer os contributos individuais e da equipa na prossecução dos objetivos da Instituição.
  • Garantir processos de comunicação internos e externos congruentes.


Para atingir os objetivos:

  • Realizar regularmente estudos de clima organizacional e análise dos respetivos indicadores;
  • Implementar planos de ação que permitam a colmatação de lacunas e/ou melhoria dos aspetos identificados nos estudos de clima organizacional e/ ou noutros processos de recolha de opinião dos colaboradores;
  • Efetuar a gestão de competências, garantindo o desenvolvimento pessoal e profissional dos colaboradores, designadamente através de formação, reconhecendo o desempenho individual e das equipas;
  • Existência de um processo de Recrutamento e Seleção que garanta a igualdade de oportunidades, incentivando sempre que possível, a mobilidade interna. Apoiar os colaboradores e as equipas em caso de saída de trabalhadores da Instituição ou de mobilidade interna;
  • Nos processos de recrutamento e seleção garantir a integração e aculturação dos novos colaboradores;
  • Acompanhar os colaboradores na sua integração e aculturação na Instituição, fomentando a mobilidade interna e monitorizando os processos de saída;
  • Criação e manutenção de uma política retributiva clara e transparente que garanta a equidade interna;
  • Garantir a adaptação das funções e/ou das condições do posto de trabalho nas situações em que os trabalhadores estejam, por qualquer que seja o motivo, incapacitados de exercer as funções para as quais foram contratados;
  • Criar e gerir grupos de trabalho multidisciplinares para desenvolvimento de boas práticas e criação de novos projetos;
  • Desenvolver canais de comunicação e interação eficazes.


Incumprimento
A violação desta política e de requisitos de segurança relevantes, constitui matéria disciplinar, sem prejuízo da responsabilidade civil ou criminal que daí possa decorrer.

Revisão
A política será revista e atualizada regularmente, sempre que necessário e/ou exigido, nomeadamente em resultado de alterações nas leis aplicáveis, normas internacionais, políticas da organização ou obrigações contratuais.

Disposições finais
A presente política da APPACDM do Porto entra em vigor no 5.º dia útil seguinte ao da sua aprovação.


Será publicitada no Web site e afixado nos painéis informativos da Instituição.
Aprovado pela Direção da APPACDM do Porto a 10/03/2022